Rússia aprova ida de atletas neutros aos Jogos de Inverno

Atletas russos competirão pela bandeira olímpica após as sanções impostas e anunciadas pelo Comitê Olímpico Internacional na semana passada

Moscou – O Comitê Olímpico Russo deu formalmente seu aval, nesta terça-feira, para os atletas do país competirem sob uma bandeira neutra nos Jogos de Pyeongchang.

Com as sanções impostas e anunciadas pelo Comitê Olímpico Internacional na semana passada em resposta ao esquema de doping russo nos Jogos de Sochi, em 2014, os competidores do país vão participar do evento no próximo ano sob a bandeira olímpica como “atletas olímpicos da Rússia”.

“A opinião de todos os participantes foi unificada, e isso era o que nossos atletas precisavam para irem à Coreia do Sul competir e vencer”, disse o presidente do Comitê Olímpico Russo, Alexander Zhukov, depois que a organização realizou um congresso fechado nesta terça-feira. O presidente da Rússia, Vladimir Putin, deu o apoio para a presença dos atletas na Olimpíada de Inverno como neutros na semana passada.

Alguns russos serão formalmente convidados pelo COI a competir, embora o comitê russo tenha decidido enviar listas de suas equipes preferidas para participarem nos Jogos.

“Eu penso que o COI irá garantir que os atletas russos mais fortes recebam os convites, para que, por exemplo, nossa equipe de hóquei conte com os melhores jogadores”, disse Zhukov, acrescentando que 200 atletas poderiam competir na Coreia do Sul.

A aprovação do comitê nacional não significa, no entanto, que a Rússia está abandonando o direito de recorrer contra as sanções do COI, disse Zhukov.

Vinte e cinco atletas foram banidos por doping na Olimpíada de Sochi de 2014, todos os quais interpuseram recursos à Corte Arbitral do Esporte.

O COI decidiu banir de Pyeongchang-2018 e de todas as edições seguintes dos Jogos os russos que já foram punidos por doping.