Rússia abre ponte estaiada com maior vão central do mundo

Medvedev afirmou que antes mesmo de sua inauguração, a ponte sobre o Bósforo Oriental se tornou o cartão de apresentação de Vladivostok

Moscou – O primeiro-ministro da Rússia, Dmitri Medvedev, inaugurou nesta segunda-feira a ponte estaiada com o maior vão central do mundo – 1.104 metros – e que une, sobre o Bósforo Oriental, o continente à ilha Russki.

A ponte, que tem extensão total de 3.100 metros, une o porto de Vladivostok à ilha que, em setembro deste ano, sediará a cúpula do Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec).

“Tenho certeza de que a ponte servirá a um grande número de pessoas que vivem em Vladivostok e em Russki, assim como aos turistas de nosso país e de outros lugares”, disse na cerimônia o chefe de Governo, citado pela agência oficial russa “RIA Novosti”.

Medvedev afirmou que antes mesmo de sua inauguração, a ponte sobre o Bósforo Oriental se tornou o cartão de apresentação de Vladivostok, que hoje comemora o 152º aniversário de sua fundação.

“Tudo o que fizemos (em Vladivostok) nos últimos anos está vinculado à cúpula da Apec, mas não apenas para a cúpula, mas para todos os que vivem aqui. A cúpula foi um pretexto, um bom pretexto”, acrescentou.

Medvedev também defendeu o fato de o projeto e a construção terem sido feitos por especialistas russos. “Não podemos confiar essas coisas aos estrangeiros. Talvez não sejamos capazes de construir casas, mas este tipo de obra, com certeza podemos”, declarou.