Romney promete futuro melhor e foco em empregos

No discurso, Romney diz que irá focar intensamente na geração de empregos e ridicularizou propostas feitas por Obama na campanha de 2008

Tampa – O republicano Mitt Romney vai nesta quinta-feira prometer um futuro melhor aos eleitores, pedindo que deixem de lado sua frustração com o presidente Barack Obama e se juntem a ele numa recuperação econômica que gere emprego e proteja os aposentados.

Assumindo o protagonismo com seu discurso à Convenção Nacional Republicana que acontece nesta semana em Tampa, na Flórida, Romney prometerá ser um paladino das pequenas empresas, além de reavivar o senso de inovação nos EUA.

“Para a maioria dos norte-americanos que atualmente acredita que o futuro não será melhor do que o passado, posso lhes garantir isso: se Barack Obama for reeleito, vocês estarão certos”, disse Romney em trechos do discurso antecipados à imprensa por sua assessoria.

“Estou concorrendo a presidente para ajudar a criar um futuro melhor. Um futuro onde todos os que queiram um emprego possam encontrá-lo. Onde nenhum idoso tema pela segurança da sua aposentadoria”, afirmou.

O discurso será assistido na TV por dezenas de milhões de pessoas, e para alguns eleitores será a primeira oportunidade de examinar atentamente as propostas do ex-governador de Massachusetts.


No discurso, Romney diz que irá focar intensamente na geração de empregos e ridiculariza propostas feitas por Obama na campanha de 2008.

“O que é necessário no nosso país hoje não é complicado nem profundo. Não é necessária uma comissão governamental especial para nos dizer do que os Estados Unidos precisam. O que os Estados Unidos precisam é de empregos. Muitos empregos”, diz Romney.

“O presidente Obama prometeu desacelerar a elevação dos oceanos e curar o planeta. Minha promessa é ajudar vocês e suas famílias.” Ao assumir o palco da convenção, Romney precisará combater a fama de “travado” para inspirar seus correligionários –muitos dos quais não se entusiasmaram por ele até agora– e deixar o eleitorado como um todo mais confortável com sua figura.

Os democratas vêm retratando o rival, de 65 anos, como um executivo sem coração, um elitista rico, um sonegador fiscal e um político de posições ambíguas.

Mas os três dias da convenção na Flórida já resultaram em um “empurrão” para a candidatura republicana, e ele aparece com ligeira vantagem sobre Obama na pesquisa Reuters/Ipsos desta quinta-feira, com 44 por cento, contra 42 por cento de Obama. No começo da semana, Obama tinha quatro pontos percentuais à frente.

O ator Clint Eastwood dará um toque de glamour hollywoodiano à convenção, ao aparecer como orador de última hora com a missão de “esquentar” a plateia para Romney, segundo uma fonte republicana. O discurso de Romney deve começar por volta de 22h15 no horário local (23h15 em Brasília).