Romney: os EUA com Obama terão os mesmos problemas que a Europa

O candidato republicano assinalou que as políticas europeias levaram ao "desemprego crônico" e ao "lento afundamento do crescimento"

São Paulo – O provável candidato republicano às eleições de 6 de novembro nos Estados Unidos, Mitt Romney, afirmou neste sábado que se o país mantiver as políticas do presidente Barack Obama acabará tendo os mesmos problemas financeiros enfrentados pela Europa.

“Se continuarmos no caminho em que estamos, nos transformaremos na Europa, com um governo pedindo cada vez mais e mais, prometendo mais e mais, e estagnando-se cada vez mais”, afirmou Romney ante 500 pessoas em uma siderúrgica em Weatherly (Pensilvânia).

O candidato republicano assinalou que as políticas europeias levaram ao “desemprego crônico” na Espanha e ao “lento afundamento do crescimento da Grécia”.

“Não creio que a Europa trabalhe para a Europa. Não quero isso aqui. O que eu quero é restaurar os princípios que nos fizeram grandes”, proclamou Romney.

Mitt Romney iniciou na sexta uma viagem de ônibus pelo nordeste dos Estados Unidos em uma turnê eleitoral de cinco dias que deve levá-lo a seis estados muito disputados.

“Nestes seis estados ocorrerão disputas cruciais” tendo em vista a eleição presidencial, disse Russell Schriefer, um membro da equipe de campanha de Romney em Boston (Massachusetts, nordeste) antes da partida do ônibus.

New Hampshire, Pensilvânia, Ohio, Wisconsin, Iowa e Michigan “foram todos vencidos pelo presidente Obama em 2008, e vamos fazer campanha nessas terras”, disse Schriefer.

Pouco menos de cinco meses antes da eleição, o magnata Mitt Romney tenta ampliar seus contatos com os americanos médios, depois de ter sido acusado, principalmente pelo presidente Obama, de ter se distanciado das preocupações do povo.

Esta viagem, reconheceu Schriefer, “vai nos permitir retomar uma campanha mais tradicional”.