Reunião sobre Síria na ONU termina sem resultado

A reunião durou menos de uma hora e os embaixadores saíram sem fazer comentários

Nações Unidas – A reunião dos membros permanentes do Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) iniciada na tarde desta quinta-feira, a segunda em dois dias para discutir a crise Síria, terminou sem qualquer sinal de avanço sobre uma decisão.

A reunião durou menos de uma hora e os embaixadores saíram sem fazer comentários.

O encontro de hoje, mais uma vez a portas fechadas, foi convocado pela Rússia, disse um diplomata ocidental. A missão russa na ONU não se pronunciou sobre o assunto.

Ontem, representantes de China, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha e Rússia discutiram uma proposta de resolução apresentada por Londres.

Os britânicos queriam que o CS da ONU autorizasse o uso da força contra o governo da Síria por causa de um ataque com armas químicas ocorrido na semana passada nos arredores de Damasco, mas não houve acordo.

As potências ocidentais atribuem o ataque às forças do presidente Bashar Assad. O governo sírio nega e acusa os rebeldes que há dois anos e meio tentam depor o presidente de terem perpetrado o ataque que deixou mais de cem mortos, e possivelmente centenas.

A Rússia ameaça exercer seu poder de veto, uma vez que até o momento não há evidências sobre quem perpetrou o ataque. Uma missão de inspetores da ONU está na Síria coletando provas e deve deixar o país no sábado.