Retrato de Putin é arrematado na Rússia por 200 mil euros

Retrato foi leiloado na Feira Art-Moskvá, que aconteceu em Moscou entre os dias 21 e 25 de setembro

Moscou – Um empresário russo, cujo nome não foi revelado, comprou em Moscou um retrato do primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, por 200 mil euros, informou nesta sexta-feira a galeria de arte Mironova Gallery.

O retrato, obra do artista americano David Datuna, foi leiloado na Feira Art-Moskvá, que aconteceu na capital russa entre os dias 21 e 25 de setembro, segundo a agência Interfax.

“A galeria ucraniana Mironova Gallery, que representa o pintor na Europa, fixou um preço de venda fechado de 100 mil euros, mas como o retrato despertou o interesse de muitos colecionadores, foi organizado um leilão a portas fechadas”, explicou a coordenadora de Relações Públicas da galeria, Vera Chernish.

Tatiana Mirónova, proprietária da galeria, disse que o êxito da obra de Datuna, batizada de “Putin Couture”, foi inesperado, e acrescentou que provavelmente se deveu ao fato de a feira ter coincidido com o congresso do partido Rússia Unida, durante o qual o primeiro-ministro russo foi proposto como candidato nas eleições presidenciais de 2012.

O artista realizou o retrato em colaboração com o pintor americano de origem chinesa Alex Guofeng Cao, cuja obra foca na influência das personalidades sobre a contemporaneidade.