Restos de vítimas da Air Algérie serão transferidos

Restos das vítimas do avião que caiu no Mali serão transferidos à cidade de Gao para reconhecimento, disse ministro francês

Paris – Os restos das vítimas do avião que caiu na quinta-feira no Mali serão transferidos em um primeiro momento à cidade de Gao para seu reconhecimento antes que sejam repatriados a seus respectivos países, indicou nesta sexta-feira o ministro francês de Relações Exteriores, Laurent Fabius.

Em entrevista coletiva junto aos responsáveis franceses de Defesa, Jean-Yves Le Drian, e Transporte, Frédéric Cuvillier, Fabius confirmou que todos os ocupantes do MD-83 da companhia espanhola Swiftair que voava para Air Algérie entre Ouagadogou e Argel morreram.

Entre os passageiros, havia 54 franceses, incluindo os que tinham dupla nacionalidade, precisou.

O Ministério de Exteriores da França organizou para amanhã pela tarde uma sessão de informação com os parentes dessas vítimas, que terá a participação do presidente François Hollande.

A França enviou ao local da catástrofe, no leste do Mali, uma equipe de especialistas do organismo encarregado da investigação de acidentes aéreos, o BEA, e legista da Gendarmaria.

Todos eles devem chegar amanhã de manhã ao local onde se encontram os destroços do avião, em uma zona relativamente reduzida de cerca 300 por 300 metros quadrados.