Resgate de vítimas em mina da Indonésia é encerrado

O acidente ocorreu no último dia 14 de maio após o desabamento de um túnel de uma galeria

Jacarta – A companhia americana Freeport anunciou nesta quarta-feira o encerramento dos serviços de resgate das vítimas de um colapso em uma mina na província indonésia de Papua, onde 28 pessoas morreram e dez foram resgatadas com vida.

O acidente ocorreu no último dia 14 de maio após o desabamento de um túnel de uma galeria. No momento do acidente, 38 operários recebiam um curso de treinamento sobre medidas de segurança.

O túnel em questão era usado como acesso ao depósito de Big Gossan, parte do complexo da mina Grasberg, considerada uma das maiores de exploração de ouro e cobre do mundo com mais de 20 mil operários.

Mesmo após o encerramento dos trabalhos de resgate, a Freeport mantém interrompido o funcionamento da mina de extração por causa do acidente e, principalmente, por conta de um protesto que envolveu centenas de trabalhadores, os quais exigiam melhores condições de trabalho.

O presidente indonésio, Susilo Bambang Yudhoyono, pediu a Freeport, filial da Freeport McMoran, e aos organismos estatais investigarem as causas do acidente e anunciou que inspeções serão realizadas nas minas de todo país para evitar tragédias como essa.