Republicanos veem eleição parlamentar como batalha para defender Trump

As eleições desta semana podem reafirmar as diretrizes radicais, a política combativa e a postura polarizadora defendidas por Trump

Macon – Para muitos norte-americano, as eleições parlamentares de meio de mandato desta semana são um referendo sobre as diretrizes radicais, a política combativa e a postura polarizadora do presidente Donald Trump.

Mas em um comício de Trump realizado no sábado em um hangar lotado em Macon, na Geórgia, e em outros eventos do tipo, as eleições tratam de algo muito diferente: um voto para proteger um líder que os apoiadores veem sob cerco e cuja retórica incendiária é o preço a ser pago por romper com as normas.

“Ele está devolvendo o emprego das pessoas”, disse Barbara Peacock, funcionária aposentada dos correios de 58 anos de Macon enquanto olhava o material de campanha de Trump para 2020. “Ele está mostrando a realidade”.

Em comícios repletos de apoiadores majoritariamente brancos em bolsões conservadores do país, ela e muitos defensores de Trump creditam a ele uma melhora no país e em suas vidas.

Vestindo camisetas de Trump e acenando com cartazes “Torne a América Grande Novamente” e “Terminem o Muro”, eles esperam fazer das ideias do presidente a força dominante da vida política da nação durante décadas.

Mas eles enfrentam grandes obstáculos. Nacionalmente cerca de 52 por cento dos EUA desaprovam a atuação de Trump, e mais pessoas dizem que votarão em um candidato democrata do que em um republicano na votação de terça-feira, segunda uma pesquisa Reuters/Ipsos.

Republicanos pró-Trump estão determinados a desafiar as expectativas, como seu líder fez ao vencer em 2016.

Em Grand Rapids, no Michigan, o ativista pró-Trump Ben Hirschmann, de 23 anos, acredita que a votação será decisiva para a visão de Trump para os EUA.

“Trump não está na cédula, mas está na cédula”, disse ele em um evento de angariação de eleitores por telefone na sede republicana local. “Tudo por que votamos em 2016 está em jogo em 2018”.

Trump tem uma estratégia clara: incentivar o comparecimento republicano se concentrando na imigração ilegal, como uma caravana de imigrantes que atravessa o México rumo aos EUA, e ao mesmo tempo enfatizando os avanços na economia e rotulando seus oponentes democratas como uma “multidão” raivosa, liberal e perigosa.

“A escolha é clara”, disse ele em um comício em Missoula, em Montana. “Os democratas produzem multidões, os republicanos produzem empregos”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s