Republicanos fazem proposta para impedir sanções contra Irã

A oposição republicana se opõe de forma enérgica ao acordo alcançado com o Irã, mas não possui os votos para chegar aos dois terços necessários

O Senado americano votará nesta quinta-feira uma proposta apresentada pelo Partido Republicano (oposição) sobre procedimentos que tem por objetivo colocar obstáculos na aplicação do acordo entre várias potências e o Irã sobre o alcance de seu programa nuclear.

A oposição republicana no Senado afirmou que irá propor uma “resolução de desaprovação”, uma medida de procedimento que impediria o presidente Barack Obama de levantar as sanções contra o Irã, como prevê o acordo assinado em Viena em 14 de julho, levando-o ao fracasso.

No entanto, para que a moção avance, os republicanos precisariam de 60 dos 100 votos. Como 42 senadores democratas já expressaram seu apoio ao acordo com o Irã, a medida tem poucas chances de sobreviver.

Enquanto isso, a bancada republicana na Câmara de Representantes já abandonou seus planos de apresentar uma moção de voto de procedimento similar, em um gesto que representa de fato a aceitação da derrota.

Possivelmente, na sexta-feira os republicanos na Câmara de Representantes proporão a votação de uma resolução que condena Obama por não adiantar aos legisladores detalhes do acordo com o Irã, outra sobre desaprovação do acordo e uma medida para limitar o levantamento das sanções.

A tendência indica que nenhuma destas medidas de procedimento será aprovada.

A oposição republicana se opõe de forma enérgica ao acordo alcançado com o Irã, mas não possui os votos para chegar aos dois terços necessários para bloquear qualquer veto presidencial.