Republicanos dos EUA propõem suspender teto da dívida

Líderes da Câmara dos Representantes apresentaram um plano nesta noite para suspender o teto da dívida até março de 2015

Washington – Os líderes republicanos da Câmara dos Representantes dos EUA apresentaram um plano nesta noite para suspender o teto da dívida até março de 2015.

“Nós ainda estamos trabalhando”, afirmou a repórteres a republicana Cathy McMCorris Rodgers, após o fim da reunião com líderes republicanos. Amanhã os líderes da Câmara irão avaliar o apoio à legislação do teto da dívida antes de tomar uma decisão final sobre levar a proposta à votação na quarta-feira. Um líder republicano na Câmara dos Representantes disse à Market News International que o partido “espera” que possa realizar a votação na quarta-feira.

Se a Câmara dos Representantes, de maioria republicana, aprovar o projeto, o Senado deverá ser pressionado a aceitar a medida apesar da exigência de lideranças democratas para que o Congresso aprove projeto “limpo” do teto da dívida, ou seja, sem exigências políticas.

A proposta dos republicanos inclui a revogação do recente reajuste para baixo no aumento do custo de vida para as pensões militares. Essa medida custaria US$ 7 bilhões nos próximos 10 anos.

Se a Câmara dos Representantes rejeitar a proposta dos republicanos para o teto da dívida, o presidente da Câmara, John Boehner, pode pedir a votação de um projeto “limpo”.

O Secretário do Tesouro dos EUA, Jacob Lew, alertou que as medidas extraordinárias do Tesouro se extinguirão em 27 de fevereiro. A Câmara dos Representantes fechará na tarde de quarta-feira e não retomará as sessões legislativas até 25 de fevereiro. Fonte: Market News International.