Renzi, Merkel e Hollande se reúnem para discutir Brexit

O presidente do Conselho italiano receberá Merkel e Hollande nesta segunda-feira em Nápoles (sul) antes de um encontro tripartite previsto na ilha de Ventotene

O chefe de governo italiano Matteo Renzi convidou oficialmente nesta quarta-feira a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente francês, François Hollande, a participar em uma pequena cúpula pós-Brexit na próxima segunda-feira em uma ilha do litoral italiano.

O presidente do Conselho italiano receberá Merkel e Hollande nesta segunda-feira em Nápoles (sul) antes de um encontro tripartite previsto na ilha de Ventotene, na costa italiana, entre Roma e Nápoles, afirmou um comunicado do governo italiano.

Renzi escolheu a ilha, que foi prisão para um dos fundadores da integração europeia, para frisar a necessidade de um novo começo para a União Europeia, depois do Brexit.

A ilha de Ventotene serviu ao regime fascista italiano entre 1941 e 1943 como lugar de exílio de opositores políticos, entre eles o ex-presidente italiano Sandro Pertini e Altiero Spinelli, político considerado como um dos fundadores da UE. Renzi quer fazer dessa prisão, hoje parcialmente deteriorada, um lugar de pesquisa para os jovens europeus.

O presidente Hollande, a chanceler alemã e o chefe de governo italiano pediram no dia 27 de junho em Berlim um “novo impulso” para a Europa.

A reunião no Mediterrâneo acontece três semanas antes de uma cúpula europeia considerada crucial para o futuro da Europa, em 16 de setembro na Bratislava.