“Relação com EUA melhorou, mas há longa estrada”, diz Irã

“A situação com certeza mudou”, disse Rouhani, que está em Nova York para a Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU)

Nova York – O presidente do Irã, Hassan Rouhani, afirmou nesta sexta-feira que os laços com os Estados Unidos melhoraram, embora “ainda haja uma longa estrada à frente” antes de as duas nações, rompidas há tempos, poderem ter relações normais.

“A situação com certeza mudou”, disse Rouhani, que está em Nova York para a Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), a um grupo de jornalistas veteranos de organizações de mídia em um hotel próximo.

“Podemos apontar fatos tangíveis, os muitos passos adiante, mas ainda há uma longa estrada à frente”.

Ele descreveu o acordo nuclear histórico entre o Irã e o chamado P5+1 -grupo formado por EUA, Grã-Bretanha, França, Alemanha, Rússia e China-, como um “grande teste” para as relações entre Washington e Teerã, e afirmou ser importante criar um ambiente de confiança.

“Se continuarmos nesse rumo, será pavimentado um caminho para uma cooperação e uma colaboração maiores”, disse, acrescentando que “vimos boa vontade dos dois lados”.

A Casa Branca declarou não haver encontro marcado entre Rouhani e o presidente dos EUA, Barack Obama, quando ambos estiverem na sede da ONU nos próximos dias. O líder iraniano insinuou que seria prematuro discutir encontros entre os dois.

“Antes de falar sobre reuniões e apertos de mão”, disse Rouhani, os dois países devem se concentrar em resolver as pendências.