Reino Unido proíbe produtos com microplásticos na formulação

Vilãs da poluição das águas em todo o mundo, esferas plásticas não encontram barreiras na natureza

São Paulo – A partir de hoje, no Reino Unido, está proibida a fabricação de produtos de higiene e cosméticos que possuam em sua formulação micropartículas plásticas.

proibição que entra em vigor foi aprovada no ano passado e, inicialmente, é válida para a fabricação de tais produtos, mas em julho também deverá ser vetada a comercialização, segundo o jornal britânico The Guardian. 

Vilãs da poluição das águas em todo o mundo, as esferas plásticas não encontram barreiras ambientais.

Elas podem ser facilmente encontradas em cremes esfoliantes e pastas de dente e passam praticamente incólumes pelos sistemas de tratamento de água e esgoto, sendo descarregadas em córregos, rios, lagos e, eventualmente, no oceano.

Recentemente, um estudo internacional revelou que micropartículas plásticas podem estar presentes até mesmo na água potável que é servida à população em vários países do mundo.

O plástico é quase indestrutível e, no meio ambiente, só se divide em partes menores, até mesmo em partículas em escala nanométrica (um milésimo de um milésimo de milímetro). Ainda assim, a natureza é incapaz de “digeri-lo”.