Reino Unido e UE reconhecem dificuldades para acordo no Brexit

Ministro britânico reafirmou que o Reino Unido deixará o bloco em março do próximo ano, independentemente do resultado do diálogo com a UE

São Paulo – O principal negociador da União Europeia para a saída do Reino Unido da União Europeia (Brexit), Michel Barnier, e o ministro britânico encarregado da questão, Dominic Raab, concederam entrevista coletiva nesta terça-feira, após se reunirem. As autoridades reafirmaram seu desejo de buscar uma solução para evitar uma retirada do país sem um acordo e disseram que as negociações avançam, mas reconheceram dificuldades para isso, como o cronograma apertado.

Raab disse que há tempo para o diálogo e para se chegar a um acordo. Barnier, por sua vez, foi questionado sobre a chance de uma solução até outubro. Segundo a autoridade europeia, como será preciso um tempo para se aprovar as mudanças no bloco e também no Legislativo britânico, não se pode passar muito além de outubro. Barnier disse que as negociações poderiam se estender mais para o fim do ano, mas não muito além. A autoridade britânica complementou, dizendo que as negociações se intensificarão agora, na reta final.

Raab ainda reafirmou que o Reino Unido deixará o bloco em março do próximo ano, independentemente do resultado do diálogo com a UE. Já Barnier disse que a UE lamenta a saída dos britânicos, mas precisa continuar a seguir suas regras.