Reino Unido considera pedidos russos para visita à filha de ex-espião

A embaixada russa em Londres disse em um tweet na sexta-feira que "insiste no direito de ver" Skripal, uma cidadã russa

EDIMBURGO (Reuters) – O governo britânico está considerando permitir visitas a Yulia Skripal, que está se recuperando no hospital depois de ter sido envenenada junto com seu pai, um ex-espião russo, em um ataque que a Grã-Bretanha atribui à Rússia.

“Estamos considerando pedidos de acesso consular de acordo com nossas obrigações sob as leis internacionais e nacionais, incluindo os direitos e desejos de Yulia Skripal”, disse uma porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Grã-Bretanha.

A embaixada russa em Londres disse em um tweet na sexta-feira que “insiste no direito de ver” Skripal, uma cidadã russa.