Reino Unido aceita pagar mais por segurança em porto francês

Porto de Calais é um local por onde passa um grande fluxo de migrantes rumo ao Reino Unido

O governo britânico anuncia nesta quinta-feira (18) que aumentará em 44,5 milhões de libras sua contribuição para a manutenção da segurança em Calais, um porto francês por onde passa um grande fluxo de migrantes rumo ao Reino Unido.

O montante (cerca de US$ 61,5 milhões de dólares) “será investido na melhoria da segurança da fronteira”, declarou um porta-voz do Executivo britânico.

O anúncio será feito oficialmente na cúpula bilateral que acontece hoje em Sandhurst, no Reino Unido, entre o presidente francês, Emmanuel Macron, e a primeira-ministra britânica, Theresa May.

“Assim como investimos em nossas fronteiras no restante do Reino Unido, é normal ver permanentemente se podemos reforçar os controles na França e na Bélgica”, acrescentou o porta-voz.

Em virtude dos acordos de Touquet, em vigor desde 2004, a fronteira britânica com a França está instalada na costa francesa, onde agentes britânicos fazem o controle das centenas de milhares de imigrantes que convergem no porto de Calais. Boa parte almeja chegar ao Reino Unido.

Nesse sentido, o governo britânico contribuiu com cerca de 100 milhões de libras nos últimos três anos.