Rebeldes sírios tomam controle de passagem fronteiriça

Combatentes rebeldes sírios tomaram o controle da passagem fronteiriça de Al Qunaitra, nas Colinas de Golã

Cairo – Combatentes rebeldes sírios, entre eles membros do grupo jihadista Frente al Nusra, tomaram o controle nesta quarta-feira da passagem fronteiriça de Al Qunaitra, que separa a Síria das Colinas de Golã, ocupadas por Israel.

Segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), pelo menos 20 membros das forças do regime sírio e das milícias ligadas a Bashar al-Assad morreram nos enfrentamentos.

Entre os insurgentes são pelo menos quatro combatentes mortos e dezenas de feridos, mas o número exato de baixas sofridas pela Frente al Nusra não foi divulgado.

Os combates entre os grupos prosseguem na cidade de Mehadama e nas localidades de Jabah, Tel Korum e Al Rauadi.

Os insurgentes anunciaram hoje o início da ofensiva A Promessa do Direito que tem como objetivo capturar Mehadama e Al Rauadi, além da passagem de Al Qunaitra.

Em junho de 2013, os rebeldes sírios tomaram durante algumas horas essa passagem fronteiriça, o que levou a Áustria a retirar seus capacetes azuis da missão da ONU no local.

Israel e Síria ainda se encontram tecnicamente em guerra desde que as Forças de Defesa de Israel (IDF, sigla em inglês) tomaram as Colinas de Golã no conflito de 1967.

Em algumas ocasiões, algum projétil procedente dos combates na Síria acabou caindo em Israel, de forma acidental ou até intencional, o que causou a resposta das IDF.