Rebeldes matam “vários” policiais russos na Chechênia

Segundo a agência estatal RIA Novosti, o ataque deixou ao menos cinco policiais mortos e dezenas de feridos

Moscou – Vários policiais russos morreram em confrontos com rebeldes que atacaram um posto de controle e um prédio dos meios de comunicação em Grozny, capital da Chechênia, informaram na madrugada desta quinta-feira funcionários em Moscou.

“Há perdas entre o pessoal (da polícia)”, afirmou um oficial do Comitê Nacional Antiterrorista, sem dar detalhes sobre o ataque.

Segundo a agência estatal RIA Novosti, que cita um oficial local, o ataque deixou ao menos cinco policiais mortos e dezenas de feridos.

O funcionário do Comitê Antiterrorista revelou que os rebeldes atacaram um posto de controle de tráfego antes de invadir o prédio onde estão as instalações da Press House.

Os rebeldes foram cercados dentro do prédio por membros da polícia e dos serviços de segurança, segundo o funcionário.

O ministério russo do Interior ainda não comentou a informação.

O confronto na capital da Chechênia – região instável que envolveu a Rússia em duas guerras nos últimos 20 anos – ocorre horas antes de o presidente russo, Vladimir Putin, fazer seu discurso anual sobre o estado na nação.

No início de outubro, cinco policiais morreram e outros 12 ficaram feridos em uma explosão quando tentavam evitar um atentado suicida em Grozni.

Após a primeira guerra da Chechênia (1994-1996) entre as forças federais russas e os separatistas, a rebelião foi assumindo um caráter religioso até se transformar, no início dos anos 2000, em um movimento islâmico armado em todo o Cáucaso Norte.