Raúl Castro chega a NY para falar pela primeira vez na ONU

O presidente cubano chegou a Nova York para discursar pela primeira vez perante a Assembleia Geral da ONU

Nova York – O presidente de Cuba, Raúl Castro, chegou nesta quinta-feira a Nova York para discursar pela primeira vez perante a Assembleia Geral da ONU, segundo informaram as autoridades da ilha.

Castro participará amanhã na sede das Nações Unidas da cúpula na qual serão adotados os novos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, uma reunião que será aberta com um discurso do papa Francisco e da qual, ao longo de três dias, participarão 150 chefes de Estado e de governo.

Na segunda-feira, Castro fará seu discurso no marco do debate de líderes na Assembleia Geral, onde estará junto com vários líderes, entre eles o presidente americano, Barack Obama.

Por enquanto não está programada nenhuma reunião bilateral, mas o chanceler cubano, Bruno Rodríguez, antecipou na semana passada que deve haver “interações” entre Castro e Obama.

A visita acontece em pleno processo de aproximação entre Cuba e Estados Unidos e antes que, no próximo mês, a Assembleia Geral da ONU vote, como vem fazendo há anos, uma resolução crítica ao embargo americano à ilha.

Os EUA, que sempre se opuseram ao texto, ainda não tomaram uma decisão sobre como votar este ano sobre o embargo, cuja suspensão o presidente Obama reivindica há meses ao Congresso de seu país.

Se decidisse abster-se este ano, o governo americano daria o incomum passo de deixar passar sem nenhum comentário uma resolução crítica com suas próprias leis, algo muito pouco habitual nas Nações Unidas.

O discurso de Castro perante a ONU será o primeiro de um presidente cubano na organização desde o que fez seu irmão Fidel no ano 2000, quando viajou para Nova York para participar da Cúpula do Milênio.

Nos últimos anos, Cuba esteve representada na Assembleia Geral por seu chanceler, que nesta ocasião acompanha o presidente junto ao vice-ministro de Relações Exteriores, Abelardo Moreno, e o embaixador do país na ONU, Rodolfo Reyes.