Rajoy felicita escoceses por evitar graves consequências

Presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy felicitou os escoceses pelo resultado do referendo

Madri – O presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy, felicitou os escoceses nesta sexta-feira pelo resultado do referendo realizado ontem e por ter protagonizado um “escrupuloso respeito à legalidade” que lhes levou a evitar as “graves consequências” que teria representado a independência.

Rajoy avaliou desta forma o resultado dessa consulta em uma declaração distribuída em vídeo pelo Executivo espanhol.

A declaração de Rajoy é divulgada no dia no qual o parlamento da Catalunha deve aprovar uma lei que permita a convocação de uma consulta defensora da soberania na região, que o governo espanhol rejeita por considerar inconstitucional.

O chefe do Executivo ressaltou que os escoceses decidiram “de maneira clara e inequívoca” seguir fazendo parte do Reino Unido e, por extensão, da União Europeia.

“Com sua decisão, os escoceses evitaram as graves consequências econômicas, sociais, institucionais e políticas que teria representado sua separação do Reino Unido e da Europa”, assegurou Rajoy.

Para o presidente do governo espanhol, os escoceses escolheram ontem “entre a segregação e a integração, entre o isolamento e a abertura, entre a estabilidade e a incerteza, entre a segurança e o risco certo”.

“E escolheram a opção mais propícia para todos, para eles, para os demais cidadãos britânicos e para a Europa”, insistiu Rajoy.

“Como cidadãos europeus, nos felicitamos que sigam conosco, colaborando e participando com fatos relevantes no grande projeto político que é a União Europeia”, concluiu Rajoy.

Antes, o líder da oposição espanhola, o socialista Pedro Sánchez, havia afirmado que a decisão da Escócia de continuar no Reino Unido é “uma boa notícia para a Europa”.