Rajoy enaltece rei espanhol e foge de falar sobre caçada

"Ele é o melhor embaixador da Espanha e o mais firme defensor da comunidade de países ibero-americanos no mundo todo"

Cidade do México – O presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, disse nesta quarta-feira que o rei Juan Carlos foi claro ao se desculpar por caçar elefantes em Botsuana na última semana e elogiou o monarca pela dedicação à Espanha por muitos anos e a aproximação com a comunidade ibero-americana.

“Ele é o melhor embaixador da Espanha e o mais firme defensor da comunidade de países ibero-americanos no mundo todo”, disse Rajoy em um pronunciamento junto com o presidente do México, Felipe Calderón.

Sem comentar sobre a polêmica motivada pela recente viagem do monarca a Botsuana, Rajoy falou que o rei sempre buscou uma irmandade com os países que têm o espanhol como idioma.

Rajoy discursou ao lado de Calderón depois de uma reunião entre os dois no Palácio Nacional do México. O presidente espanhol fez sua primeira visita oficial ao ao país com o objetivo de impulsionar as relações econômicas e comerciais.

Uma jornalista perguntou a opinião do presidente sobre a participação do rei em uma caçada de elefantes em Botsuana, em um momento de crise na Espanha, e o pedido de desculpas feito nesta quarta-feira. Mas Rajoy preferiu se esquivar.

“Tudo o que tinha a dizer sobre o rei, já disse. Ele foi muito claro hoje, e eu, como presidente do Governo, não tenho nada que acrescentar além do falei no meu discurso”, declarou.

O rei espanhol Juan Carlos saiu nesta quarta da clínica onde foi operado de uma fratura de quadril sofrida na última sexta-feira passada ao cair durante a caçada.