Rainha pede união após referendo na Escócia

Escócia rejeitou a independência em referendo e optou por permanecer no Reino Unido após a promessa de concessão de mais poderes ao governo regional

Londres – A rainha Elizabeth II pediu nesta sexta-feira união a seus súditos britânicos, depois do referendo separatista que decidiu pela permanência da Escócia no Reino Unido.

“Conhecendo o povo da Escócia como eu, não tenho dúvidas que os escoceses, como as outras pessoas no Reino Unido, são capazes de expressar convicções ferrenhas antes de unir-se com um espírito de respeito e apoio mútuos”, afirmou em um comunicado.

A Escócia rejeitou a independência no referendo de quinta-feira e optou por permanecer no Reino Unido após a promessa de concessão de mais poderes ao governo regional, um desfecho recebido com alívio por Londres e pela União Europeia.

No total, 55,3% dos escoceses votaram contra a independência do Reino Unido e 44,70% a favor, segundo a apuração final.