Quem será a personalidade do ano da Time?

ÀS SETE - Donald Trump foi eleito a Pessoa do Ano de 2016, após uma conturbada campanha presidencial e sua vitória um tanto quanto contestada

A revista americana Time anuncia, nesta quarta-feira, a Pessoa do Ano de 2017. Desde 1927, a revista concede o título a uma pessoa ou um grupo que esteve mais presente no noticiário internacional, e que merece ter os holofotes da imprensa uma última vez, antes da virada do ano.

Entre os candidatos deste ano, cinco são figuras políticas: o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un e o presidente chinês, Xi Jinping.

Às Sete – um guia rápido para começar seu dia

Leia também estas outras notícias da seção Às Sete e comece o dia bem informado:

Trump foi eleito a Pessoa do Ano de 2016, após uma conturbada campanha presidencial e sua vitória um tanto quanto contestada, e pode levar o título mais uma vez, pelo seu primeiro ano como presidente.

Neste ano, as relações diplomáticas americanas foram tão conturbadas que concentram boa parte dos finalistas (incluindo até o coreano Kim Jong-un)

Os escândalos da relação do governo russo com o presidente americano, durante as campanhas eleitorais de 2016 fizeram com que o ex-procurador do FBI, Robert Mueller, também concorra ao título.

Além dele, os Dreamers, jovens imigrantes que perderam seus privilégios políticos após uma decisão do presidente Trump de não revalidar suas permanências no país também concorrem ao prêmio.

O Movimento #MeToo relembra a série de casos de abuso sexual revelados no mundo do showbusiness americano,  também concorre ao título deste ano.

O jogador de futebol americano Colin Kaepernick é outro favorito, após liderar uma série de protestos na National Football League (NFL, a liga mais importante de futebol americano do país) contra o racismo e a truculência policial contra jovens negros no país.

Além dele, a diretora do filme Mulher Maravilha e primeira mulher a faturar 100 milhões de dólares na semana de estreia do filme, Patty Jenkins e o homem mais rico do mundo, Jeff Bezos, da Amzon, são os outros dois concorrentes que representam o país.

A chanceler alemã Angela Merkel foi eleita como Pessoa do Ano em 2015, após liderar o país e ser uma das personalidades mais influentes da União Europeia. Em 2014, o eleito foi o presidente russo Vladimir Putin.