Queda de avião militar mata 77 pessoas na Argélia

Segundo Ministério da Defesa, acidente causou a morte de 77 pessoas

Argel – Um avião militar de carga que transportava parentes de membros das Forças Armadas caiu no leste da Argélia nesta terça-feira, matando 77 pessoas, informou o Ministério da Defesa, menos do que os 103 mortos citados pela mídia local.

O ministério afirmou em comunicado que o mau tempo foi provavelmente a causa do acidente, um do piores acidentes aéreos no país do norte da África em uma década.

“O avião colidiu contra uma montanha e explodiu. Vários corpos foram carbonizados e não poderão ser identificados”, disse uma autoridade local à Reuters por telefone da província de Oum El Bouaghi, a cerca de 500 quilômetros da capital, Argel.

A TV privada Ennahar afirmou, citando “fontes informadas”, que 103 pessoas teriam morrido. Outra autoridade disse mais cedo à Reuters que uma pessoa sobreviveu à queda e 53 corpos haviam sido recuperados até agora.

O Ministério da Defesa afirmou que criou uma comissão para investigar o acidente. “Detalhes serão fornecidos assim que novas informações estiverem disponíveis”, disse o ministério em comunicado divulgado pela agência de notícias. O chefe do Estado Maior e vice-ministro da Defesa, Agmed Gaid Salah, devem ir ao local da queda da aeronave, acrescentou.

O avião de carga decolou a partir da província de Tamanrasset, no sul da Argélia, e voava para a cidade de Constantine, no leste do país, disse a APS.

Em 2003, um avião da companhia Air Algerie caiu pouco depois de decolar de Tamanrasset, matando 102 pessoas na Argélia.