Quatro mortos e uma igreja incendiada na Nigéria

O que aconteceu na cidade de Bichi foi em decorrência da desinformação, explicou o chefe de polícia de Kano (norte), Ibrahim Idris

Kano – Quatro pessoas morreram e uma igreja e lojas foram incendiadas nesta quinta-feira no norte da Nigéria, durante uma revolta de jovens muçulmanos motivada por um erro de pronúncia interpretado como blasfêmia, segundo a polícia e habitantes.

O que aconteceu na cidade de Bichi foi em decorrência da desinformação, explicou o chefe de polícia de Kano (norte), Ibrahim Idris.

“Circularam rumores de que alguém havia blasfemando contra o Profeta e isso provocou distúrbios da ordem público”, declarou aos jornalistas

O chefe da polícia contou que um alfaiate cristão pronunciou errado o nome de um tecido enquanto fala com seu vizinho muçulmano em hausa, o idioma que predomina no norte do país, dizendo, sem querer, “o profeta chegou ao mercado”.

Segundo habitantes de Bichi, nos arredores de Kano, quatro pessoas morreram e uma igreja e vários comércios de cristãos foram queimados.

“Quatro Igbos morreram no ataque. Um deles foi jogado num poço perto de minha casa”, contou um dos habitantes. A maioria dos Igbos é de cristãos.

Outro habitante disse ter visto quatro corpos esquartejados com machados.

A polícia não confirmou o número de vítimas.