Qualquer voto para Nader pode decidir eleição a favor de Bush

Pesquisa concluiu que se Nader abandonasse a disputa, cerca de 41% de seus eleitores votariam em Kerry e 15% escolheriam Bush

Ainda que o candidato independente às eleições americanas Ralph Nader tenha apenas 1% das intenções de voto nas pesquisas nacionais, qualquer parcela do eleitorado será decisiva em estados como Colorado, Wisconsin e Flórida (leia reportagem de EXAME sobre o perfil do político que já ajudou a eleger Bush em 2000). O apoio a Nader está ainda menor do que em 2000, quando ele recebeu 2,9 milhões de votos, ou 2,7% do total, mas pode ser o fator decisivo para uma eventual derrota do senador democrata John Kerry.

A questão, nota o jornal americano The Wall Street Journal, é que muitas pesquisas, como a conduzida pelo próprio veículo, indicam empate entre o presidente republicano George W. Bush e Kerry (48% a 48%). Nader conseguiu incluir seu nome nas cédulas em 34 estados americanos, incluindo dez onde a disputa é decisiva (Flórida, Colorado, Iowa, Minnesota, Nevada, New Hampshire, Novo México e Wisconsin).

O estado de Minnesota serve como exemplo. Com dez representantes para a formação do colégio eleitoral nacional, Nader colhe surpreendentes, diz The Wall Street Journal, 5% dos votos, enquanto Bush leva 46% e Kerry fica com 44%. Um estudo do instituto Zogby International concluiu que se Nader abandonasse a disputa, cerca de 41% de seus eleitores votariam em Kerry e 15% escolheriam Bush.