Putin propõe o envio de tropas russas à Ucrânia

Mais cedo neste sábado, a Câmara Baixa do Parlamento russo pediu a Putin que tome medidas para estabilizar a situação na Crimeia

Moscou – O presidente russo, Vladimir Putin, pediu à Câmara Alta do Parlamento para aprovar o envio de tropas russas à região da Crimeia, na Ucrânia, afirmou o Kremlin em comunicado neste sábado.

“Em conexão com a situação extraordinária na Ucrânia, a ameaça à vida dos cidadãos da Federação Russa, os nossos compatriotas, e o pessoal das Forças Armadas da Federação Russa em território ucraniano (na República Autônoma da Crimeia)… eu apresento uma proposta sobre o uso das Forças Armadas da Federação Russa no território da Ucrânia até a normalização da situação sociopolítica naquele país”, disse o comunicado.

Mais cedo neste sábado, a Câmara Baixa do Parlamento russo pediu a Putin que “tome medidas para estabilizar a situação na Crimeia e use todos os meios disponíveis para proteger o povo da Crimeia da tirania e da violência”.

Em um comunicado separado, o Kremlin afirmou que Putin também nomeou o vice-chanceler Grigory Karasin como seu representante oficial para supervisionar a proposta na Câmara Alta do Parlamento, o Conselho da Federação.