Putin põe tropas no oeste e centro da Rússia em alerta

O presidente russo, Vladimir Putin, ordenou que as unidades militares no oeste e centro do país entre em estado de alerta para verificar disposição combativa

Moscou – O presidente da Rússia, Vladimir Putin, ordenou nesta quarta-feira que as unidades militares no oeste e centro do país entre em estado de alerta para verificar sua disposição combativa, informou o ministro russo de Defesa, Sergei Choigu.

“De acordo com uma disposição do presidente da Rússia, às 14h local (7h, em Brasília) de hoje foram postas em alerta as tropas da circunscrição militar Poente”, disse Choigu em reunião do estado maior do Ministério da Defesa, segundo a agência “Interfax”.

Além disso, acrescentou o ministro, também foram postos em estado de alerta o 2º Exército do circunscrição militar Centro e os comandantes da Força Área, as Forças Aerotransportadas, a Aviação Estratégica e de Transporte.

“O comandante supremo (Putin) colocou a missão de comprovar a disposição combativa das tropas em ações para resolver situações de crise que representam uma ameaça para a segurança do país”, precisou Shoigú.

O ministro explicou que a verificação da preparação combativa das tropas será realizada em dois períodos: a primeira de desdobramento, até quinta-feira, e a segunda, que inclui exercícios militares em terra e ar, até 3 de março.

O ministro da Defesa antecipou que todas as unidades que participam dos exercícios voltarão a seus lugares permanentes antes de 7 de março próximo.

Os últimos exercícios militares imprevistos de grande envergadura na Rússia ocorreram em julho do ano passado e foram os maiores realizados no país desde o desaparecimento da União Soviética.

Segundo a Defesa, nessas manobras participaram mais de 80 mil soldados militares.