Putin envia mensagem de felicitação ao novo papa

O chefe do Kremlin expressou o convencimento de que "a interação entre a Rússia e o Vaticano continuará desenvolvendo-se com sucesso sobre a base dos valores cristãos"

Moscou – O presidente da Rússia, Vladimir Putin, felicitou o cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio, que ontem se tornou o papa Francisco, o 266º pontífice da Igreja Católica, informou nesta quinta-feira a assessoria de imprensa do Kremlin.

Em sua mensagem de felicitação, o chefe do Kremlin expressou o convencimento de que “a interação entre a Rússia e o Vaticano continuará desenvolvendo-se com sucesso sobre a base dos valores cristãos” que os unem.

“Desejo a Vossa Santidade boa saúde, prosperidade e um trabalho frutífero no fortalecimento da paz e na promoção do diálogo entre civilizações e religiões”, escreveu Putin, segundo uma nota publicada no site da Presidência russa.

Em dezembro de 2009, Rússia e Santa Sé anunciaram o estabelecimento de relações diplomáticas plenas.

Em 1992, o Vaticano reconhecera a Rússia como a herdeira jurídica da União Soviética, com a qual havia estabelecido relações diplomáticas um ano antes, pouco antes do desaparecimento do país comunista.