Putin conversa com Cameron e Merkel sobre Ucrânia

Todos os líderes expressaram "extrema preocupação" com a violência letal na Ucrânia, informou o Kremlin

Moscou – O presidente russo, Vladimir Putin, conversou nesta quinta-feira por telefone com a chanceler alemã, Angela Merkel, e o primeiro-ministro britânico, David Cameron, e todos expressaram “extrema preocupação” com a violência letal na Ucrânia, informou o Kremlin.

“Vladimir Putin ressaltou a importância crucial de um fim imediato do derramamento de sangue, a necessidade de tomar medidas urgentes para estabilizar a situação e reprimir extremistas e ataques terroristas”, afirmou o Kremlin em um comunicado em seu site.

A Ucrânia está mergulhada em protestos populares desde novembro, depois que o presidente do país cedeu à pressão da Rússia e desistiu de um tratado comercial com a União Europeia, preferindo a ajuda financeira de Moscou.

No entanto, os confrontos entre manifestantes e forças policiais se intensificaram nesta semana. O Departamento de Saúde de Kiev, a capital, afirmou que 67 pessoas foram mortas desde terça-feira.