Putin anuncia que vai concorrer à reeleição na Rússia

Perante trabalhadores e diretores, o chefe do Kremlin assegurou que "provavelmente não há melhor lugar nem melhor momento para fazer este anúncio"

Moscou – O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou nesta quarta-feira que concorrerá à reeleição nas eleições presidenciais de março de 2018.

“Vou apresentar minha candidatura ao posto de presidente da Federação Russa”, afirmou Putin em um comício pelo aniversário de uma fábrica de carros na cidade de Nizhni Novgorod.

Perante os trabalhadores e diretores da fábrica, o chefe do Kremlin assegurou que “provavelmente não há melhor lugar nem melhor momento para fazer este anúncio”, segundo informaram as agências russas.

O anúncio foi recebido pelos trabalhadores da fábrica de automóveis Gorki (GAZ, na sigla em russo) com grandes aplausos, que o presidente agradeceu.

“Obrigado por esta reação, obrigado pelo trabalho de vocês, principalmente. Obrigado pela atitude de vocês, pelo trabalho de vocês para a empresa, a cidade e o país. Tenho certeza que vamos conseguir”, destacou Putin.

Horas antes, em Moscou, Putin tinha assinalado sua intenção de anunciar em breve se concorreria às eleições presidenciais de 2018.

Embora fosse dado como certo que o chefe do Kremlin tentaria a reeleição – para outros seis anos -, a demora de Putin em anunciar sua candidatura foi nas últimas semanas motivo de comentários e análise de especialistas e meios de comunicação.

Essa será a quarta vez que Putin concorrerá a pleito presidenciais, após os de 2000, 2004 e 2012, com o parêntese de quatro anos como primeiro-ministro entre 2008 e 2012.