Putin acusa Ocidente de querer mudar regime no Irã

As potências ocidentais suspeitam que o Irã pretende conseguir a bomba atômica com o pretexto de um programa nuclear civil

Moscou – O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, acusou nesta sexta-feira as potências ocidentais de buscar uma “mudança de regime” no Irã com o pretexto da luta contra a proliferação de armas de destruição em massa, segundo as agências de imprensa russas.

“Creio que com o pretexto da luta contra a proliferação de armas de destruição em massa (…) tentam outras coisas, fixam outros objetios: mudar o regime” iraniano, declarou.

“Temos essas suspeitas”, reiterou Putin durante uma visita a um centro de pesquisa nuclear em Saarov, a 560 km a leste de Moscou.

“E nós temos uma posição que difere da que estão tentando nos apresentar como a solução para o problema nuclear iraniano”, completou.

As potências ocidentais suspeitam que o Irã pretende conseguir a bomba atômica com o pretexto de um programa nuclear civil, e Israel estuda há semanas a possibilidade de bombardear as instalações nucleares iranianas.

Teerã assegura que seu programa nuclear tem apenas fins civis.

A Rússia, que até o momento aprovou quatro pacotes de sanções do Conselho de Segurança da ONU contra o Irã, manifestou, assim como a China, que se opõe a qualquer nova sanção.