Protestos tomam a capital da Tailândia contra o governo

Dezenas de milhares de manifestantes antigoverno se concentraram em locais ao redor da capital do país

Bangcoc – Dezenas de milhares de manifestantes antigoverno se concentraram em locais ao redor da capital da Tailândia neste domingo numa tentativa de derrubar a primeira-ministra Yingluck Shinawatra antes da incerta eleição em fevereiro, a qual o principal partido da oposição vai boicotar.

Yingluck convocou uma votação para 2 de fevereiro para tentar esfriar a tensão e renovar seu mandato, mas os manifestantes rejeitam qualquer eleição até a implementação de reformas destinadas a enfraquecer a influência da família Shinawatra.

O impasse político que já dura semanas tornou-se mais incerto no sábado, quando o Partido Democrata de oposição, o mais antigo da Tailândia, anunciou que iria boicotar a eleição, alegando que o sistema democrático do país tinha falhado.

Gritando “Yingluck, saia”, milhares de manifestantes estavam reunidos em locais da cidade. Centenas cercaram a casa de Yingluck exigindo que ela deixe o poder, mas a primeira-ministra não está na capital.

O líder do protesto, Suthep Thaugsuban , um ex-peso-pesado democrata, quer uma suspensão da democracia e da instalação de um designado “conselho do povo”.