Protestos acontecem na Índia devido criação de novo Estado

A decisão do governo indiano de criar um 29º Estado, o Telangana, desencadeou protestos e manifestações no sudeste da Índia

Ananthapuram – A decisão do governo indiano de criar um 29º Estado, o Telangana, desencadeou nesta sexta-feira protestos e manifestações no sudeste da Índia.

Os manifestantes bloquearam estradas e invadiram as ruas nas regiões costeiras do Estado de Andhra Pradesh, um dia depois de o governo aprovar a divisão deste Estado em dois.

Telangana, cuja criação deve ainda ser aprovada pelo Parlamento, se estenderá pela superfície de uma região pobre e que sofre frequentemente com secas que, segundo os partidários do projeto, estava até então descuidada pelo governo de Estado.

A capital da região, Hyderabad, especializada em tecnologias da informação, será comum aos dois Estados por ao menos os próximos dez anos, anunciou o governo.

No distrito de Ananthapuram, a 400 km de Hyderabad, os manifestantes rasgaram cartazes do governante Partido do Congresso e gritaram palavras hostis.

Segundo os opositores, a criação deste novo Estado, o governo abriu “caixa de Pandora” ao dar razão aos outros grupos minoritários que reclamsam a criação de novos Estados.

Andhra Pradesh, criado em 1956, é o quinto maior Estado da Índia.

Em 2009, o Partido do Congresso havia obtido a maioria das 42 cadeiras de parlamentares atribuídos a esta região. O parlamento indiano conta com 543 membros.