Protesto em Honduras reúne milhares após caso de corrupção

Movimento de protesto organizado através de redes sociais levou a grandes manifestações em cidades do país

Cidade do México – Um movimento de protesto organizado através de redes sociais em Honduras levou a grandes manifestações em cidades do país da América Central nesta segunda-feira.

Os manifestantes estão revoltados por causa de um escândalo envolvendo o suposto desvio de milhões de dólares de fundos da seguridade social, com parte do dinheiro canalizado para financiar o partido político governista.

Entre outras coisas, os manifestantes querem a renúncia do presidente Juan Orlando Hernández.

Organizado pelo Twitter, o movimento começou recentemente, com algumas dezenas de pessoas em uma vigília na capital.

Gradualmente, ganhou força, com milhares marchando em Tegucigalpa na sexta-feira e com protestos igualmente grandes em San Pedro Sula, Siguatepeque, Choluteca e Comayagua durante o fim de semana.

O Ministério Público de Honduras afirma que uma rede liderada pelo então diretor do Instituto de Seguridade Social, Mario Zelaya, desviou pelo menos US$ 120 milhões durante a presidência de Porfirio Lobo, entre 2010 e 2014.

Pelo menos parte do dinheiro foi para as mãos do Partido Nacional, que tem Lobo e Hernández como membros.

Zelaya foi detido após fugir do país. Ele não tem relação com o ex-presidente Manuel Zelaya, que foi derrubado por um golpe militar e deposto em 2009. Fonte: Associated Press.