Promotoria pede 5 anos de prisão para Berlusconi

O ex-premiê italiano é acusado de ter pago US$ 600 mil a seu ex-advogado para obter um falso testemunho a seu favor

Roma – A promotoria de Milão pediu nesta quarta-feira uma pena de cinco anos de prisão para o ex-chefe de governo italiano Silvio Berlusconi por corrupção de testemunhas no caso conhecido como Mills.

“Além de qualquer dúvida razoável, temos a certeza de que o acusado é culpado”, declarou o promotor Fabio Pasquale.

Neste caso, Berlusconi é acusado de ter pago 600.000 dólares a seu ex-advogado britânico David Mills para obter um falso testemunho a seu favor em vários processos nos anos 90.