Promotores peruanos fazem buscas em escritórios de construtoras

Investigadores no Peru analisam acusações de que empreiteiras pagaram propinas em troca de obtenção de contratos

Lima – Promotores peruanos realizaram buscas em escritórios do conglomerado local de construção Grana y Montero, das empreiteiras brasileiras OAS e Andrade Gutierrez, além de outras empresas nesta sexta-feira, anunciou o gabinete do procurador-geral no Twitter.

O grupo Grana y Montero disse que está cooperando com as investigações sobre o chamado “clube de construtoras”, lideradas por uma equipe de promotores que visitaram as instalações das companhias.

Investigadores no Peru analisam acusações de que empreiteiras pagaram propinas em troca de obtenção de contratos. As investigações tiveram origem na operação Lava Jato.

De acordo com a procuradoria, 42 escritórios e outros locais foram alvos das operações de buscas e um ex-conselheiro do Ministério dos Transportes do Peru foi preso.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s