Procurador diz que autor de ataque em Boston é terrorista

Um dos autores do atentado contra a maratona de Boston é um terrorista que queria punir os Estados Unidos, segundo procurador

Boston – Dzhokhar Tsarnaev, um dos autores do atentado contra a Maratona de Boston em 2013, é um terrorista que queria punir os Estados Unidos com um ataque mortal, disse um procurador federal nesta quarta-feira, quando exortou o júri a condenar o jovem de 21 anos à pena capital.

Citando um bilhete que Tsarnaev escreveu quando se escondeu, sangrando, em um barco após uma troca de tiros com a polícia quatro dias após o atentado de 15 de abril de 2013, o procurador-geral-assistente Steven Mellin afirmou que o cidadão de etnia chechena se voltou contra seu país de adoção.

“Ele escreveu: ‘Não gosto de matar inocentes, mas neste caso é permitido, porque a América precisa ser punida’. Estas são as palavras de um terrorista convencido de que fez a coisa certa”, disse Mellin. “Ele matou indiscriminadamente para fazer uma manifestação política… suas ações lhe angariaram uma pena de morte”.

Após os argumentos finais, o mesmo júri que no mês passado condenou Tsarnaev por ter matado três pessoas e ferido 364 em um dos ataques de maior impacto nos EUA desde 11 de setembro de 2001 irá começar a deliberar para decidir se o sentencia à morte por injeção letal ou à prisão perpétua sem possibilidade de condicional.