Príncipe saudita é detido em apreensão recorde de drogas

De acordo com a agência oficial libanesa ANI, os tabletes estavam "em quatro maletas" e o avião privado estava destinado à Riad

Um príncipe saudita foi detido nesta segunda-feira no Líbano no maior confisco de drogas ocorrido no aeroporto de Beirute, declarou à AFP um responsável pela segurança.

“Os serviços de segurança do aeroporto detiveram o príncipe Abdel Mohsen ibn Walid ibn Abdelaziz quando ele tentava, junto com outras quatro pessoas, embarcar em um avião privado com destino a Riad cerca de duas toneladas de tabletes de Captagon (uma droga a base de anfetaminas) e cocaína armazenada em caixas”, afirmou essa fonte.

De acordo com a agência oficial libanesa ANI, os tabletes estavam “em quatro maletas” e o avião estava destinado à Riad.

Os cinco homens “ainda estão no aeroporto e estão sendo interrogados pelos serviços alfandegários”, afirmou a fonte de segurança.

A fonte também indicou que esta é “a maior apreensão no aeroporto internacional de Beirute”. Em abril de 2014, foram apreendidos 15 milhões de toneladas de Captagon no porto da capital libanesa, escondidas em contêineres de milho.