As principais catástrofes naturais no mundo em 2013

Veja os furacões, ondas de frio, calor e chuvas que devastaram cidades durante o ano

Terremotos

– 6 fevereiro.- Tsunami seguido por terremoto de 8 graus na escala Ritcher atinge as Ilhas Salomão, deixando 11 mortos e três aldeias arrasadas.

– 9 abril.- Um terremoto de 6,1 graus na escala Richter em Buhehr, no Irã, deixa 37 mortos, 950 feridos e 800 casas destruídas.

– 16 de abril.- Um terremoto de 7,5 graus de magnitude, com epicentro no Irã, deixa 32 mortos e 150 feridos em Baluchistão, no Paquistão, com o desabamento de cerca de 200 casas na aldeia de Zawat, e no Irã, um morto e 27 feridos em Saravan.

– 20 abril.- Um terremoto de 7 graus na escala Richter em Sichuan, na China, deixa 192 mortos, 25 desaparecidos, 12 mil feridos, 220 mil evacuados e 13 mil casas destruídas.

– 2 julho.- Terremoto de 6,1 graus na escala Ritcher na ilha de Sumatra, na Indonésia, deixa 35 mortos, 8 desaparecidos, 275 feridos e 4.292 casas destruídas.

– 22 julho.- Um terremoto de 6,6 graus Richter em Gansu, na China, deixa 95 mortos, 1.001 feridos, 226.700 evacuados e derruba 51.800 casas.

– 24 setembro.- Um terremoto de 7,7 graus de magnitude no Baluchistão, no Paquistão, deixa 375 mortos, 755 feridos, 150 mil afetados e 40 mil casas derruídas. Após o terremoto, emergiu a ilha de Zalzala Koh. Outro terremoto de 6,8 graus deixou 12 mortos no dia 28 mortos.

– 15 outubro.- Terremoto de 7,2 graus na escala Richter na ilha de Bohol, nas Filipinas, deixa 156 mortos, 22 desaparecidos e 3,3 milhões de afetados.

Ondas de frio

– 2-7 janeiro.- Uma onda de frio castiga a Índia e deixa 126 mortos, em sua maioria indigentes.

– 6 janeiro.- Temperaturas de até 40 graus abaixo de zero na China deixam dois mortos e 770 mil afetados.

– 23 janeiro.- Onda de frio de até 30 graus abaixo de zero atinge nordeste dos Estados Unidos e deixa três mortos.

– 5 março.- Uma onda de frio castiga a Rússia com temperaturas inferiores a 20 graus abaixo de zero, deixando quatro mortos.

– 18-25 julho.- Seis mortos após onda de frio que castiga Argentina, Brasil e Paraguai.

Ondas de Calor

– Junho.- São descobertos 27 corpos de imigrantes ilegais no deserto do Arizona, nos Estados Unidos, onde as temperaturas superam os 45 graus. No Arizona, Califórnia e Nevada houve centenas de pessoas hospitalizadas, somente 200 em Las Vegas.

Erupções vulcânicas

– 7 maio.- Cinco mortos após uma explosão que sacudiu as aldeias próximas ao vulcão Mayon, nas Filipinas.

– 12 agosto.- Uma nuvem de fumaça de 2 mil metros e a erupção do vulcão Rokatenda deixam seis mortos e 500 evacuados na ilha de Palue, na Indonésia.

Inundações

– 17-18 janeiro.- Graves inundações em Jacarta, na Indonésia, deixam 26 mortos e 33 mil desabrigados.

– 12-30 janeiro.- 48 pessoas morrem em Moçambique, 150 mil são evacuadas e 240 mil afetadas pelas inundações.

– 24-25 março.- As intensas precipitações em Petrópolis, no Brasil, deixam 33 mortos e dezenas de feridos.

– 2-4 abril.- Temporal que castigou cidades de Buenos Aires e La Plata deixam 54 mortos na Argentina.

– Março-6 maio.- 91 pessoas morrem, 98.500 são evacuadas, 700 casas são destruídas e 5.500 hectares de plantações danificados pelos alagamentos no Quênia.

– 1-20 junho.- 27 mortos, milhares de casas e hectares inundados, perdas milionárias e milhares de evacuados no norte e centro da Europa após os rios alcançarem níveis históricos, provocados pelas fortes chuvas e as águas do degelo.

– 17-26 junho.- As chuvas de monção deixam na Índia 882 mortos e 2 mil desaparecidos.

Furacões, ciclones, tufões e tornados 

– 14-17 maio.- 50 mortos, 50 desaparecidos e um milhão de evacuados após a passagem do ciclone “Mahasen” por Mianmar e Bangladesh.

– 20 maio.- Um tornado, de categoria EF5, arrasa Oklahoma City e deixa 24 mortos e 237 feridos.

– 13-16 julho.- O tufão Soulik deixa em Taiwan três mortos, um desaparecido e 123 feridos, e na China, 108 mortos, 183 desaparecidos e um milhão de afetados.

– 14-18 setembro.- A confluência do furacão “Ingrid”, no Atlântico, e do furacão “Manuel”, no Pacífico, deixam no México 157 mortos, dezenas de desaparecidos e 1,7 milhão de afetados.

– 7-11 novembro.- O supertufão “Haiyan”, de categoria 5, deixa nas Filipinas 5.500 mortos, 26.136 feridos, 1.757 desaparecidos e 9,9 milhões de afetados. No Vietnã, o mesmo tufão deixou 13 mortos e 600 mil evacuados, além de oito mortos em Taiwan e 12 mortos e 12 desaparecidos na China.

– 9-10 novembro.- 300 mortos e centenas de desaparecidos e aldeias inteiras destruídas após a passagem de um ciclone tropical por Puntlândia, na Somália.