Presidente sírio comparece a cerimônia do fim do Ramadã

A cerimônia religiosa, exibida pela televisão pública, aconteceu na mesquita Safa de Homs, cidade sob controle do governo

O presidente sírio, Bashar al-Assad, viajou nesta quarta-feira a Homs, região central do país, para acompanhar a oração do Eid al-Fitr que marca o fim do Ramadã, um deslocamento inédito do chefe de Estado, que aparece cada vez menos em público.

A cerimônia religiosa, exibida pela televisão pública, aconteceu na mesquita Safa de Homs, cidade sob controle do governo, exceto alguns bairros periféricos dominados pelos rebeldes.

Em Homs, exército e rebeldes mantêm uma trégua há alguns meses.

Assad, que desde o início da guerra civil em 2011 praticamente não sai de Damasco, estava acompanhado pelo ministro dos Bens Religiosos (Waqf), Mohamad Abdel Satar Sayed, e pelo mufti (autoridade religiosa) da Síria, Ahmad Badredin Hasun.

A mesquita de Homs fica no bairro de Akrama, atacado com frequência pelo grupo Estado Islâmico (EI) ou pela Frente Al-Nosra, braço sírio da Al-Qaeda, de acordo com Rami Abdel Rahman, diretor da ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).