Presidente do Iêmen diz que vai se defender ‘com todos os meios’

Estados unidos querem uma transição no país, mas Ali Abdullah Saleh pediu o apoio da população para seu governo

Sanaa – O presidente iemenita, Ali Abdullah Saleh, afirmou nesta sexta-feira que está disposto a se defender “com todos os meios” da oposição, que pede a sua renúncia, um dia depois do pedido dos Estados Unidos por uma transição no país.

“Não permaneceremos com os braços cruzados diante dos que estão fora da lei”, declarou o presidente, em referência à oposição, em um discurso diante de dezenas de milhares de partidários em Sanaa.

“O povo iemenita e suas Forças Armadas terão que defender suas instituições, seus bairros e seus povos. Nos defenderemos com todas as nossas forças e com todos os meios”, advertiu Saleh.

Desde quarta-feira, 19 manifestantes contrários ao presidente morreram em Sanaa, Taez e outras cidades do país.

O governo dos Estados Unidos condenou na quinta-feira a violência das forças de segurança iemenitas e pediu uma transição “imediata” no país.