Presidente do BC da Argentina anuncia renúncia antes de mudança de governo

Sandleris disse em uma carta ao presidente Mauricio Macri que deixará seu cargo em 9 de dezembro, um dia antes de Fernández assumir a Presidência

Buenos Aires — O presidente do banco central da Argentina, Guido Sandleris, renunciou na quarta-feira, uma medida esperada conforme a terceira maior economia da América Latina realiza na próxima semana a transição para o peronismo com o presidente eleito Alberto Fernández.

Sandleris disse em uma carta ao presidente Mauricio Macri que deixará seu cargo em 9 de dezembro, um dia antes de Fernández assumir a Presidência.

Ele disse estar honrado por seu trabalho, mas preocupado que a tradição argentina de reconfigurar o comando do banco central a cada eleição contribua para uma “falta de consenso básico em torno da importância de construir uma moeda saudável e, especialmente, como fazer isso”.

O peso despencou desde o ano passado e a inflação anual está em mais de 50%.

Fernández ainda não anunciou o novo presidente do banco central.