Presidente de Belarus é barrado nas Olimpíadas

Segundo a imprensa bielorrussa, Aleksandr Lukashenko pretendia comparecer ao evento na qualidade de presidente do Comitê Olímpico de seu país

Moscou – O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres negou credenciamento ao presidente de Belarus, Aleksandr Lukashenko, que pretendia comparecer ao evento na qualidade de presidente do Comitê Olímpico de seu país, informou nesta quarta-feira a imprensa bielorrussa.

A imprensa da antiga república soviética dá destaque às palavras do chefe do Comitê Olímpico russo, Aleksander Zhukov, que divulgou a notícia em sua conta no Twitter.

“O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Londres negou credenciamento ao presidente do Comitê Olímpico Nacional de Belarus, Aleksandr Lukashenko. O que foi feito com as tradições e os valores olímpicos? Até os estudantes sabem que na Grécia antiga se estabelecia uma trégua para os Jogos”, escreveu Zhukov.

Lukashenko, considerado o último ditador da Europa, já disse certa vez que “os Jogos Olímpicos não são esporte, e sim política, política suja”.