Premiê grego inicia reunião com UE, BCE e FMI

O objetivo do governo grego é renegociar o segundo programa de ajuda ao país

Atenas – O primeiro-ministro grego, Antonis Samaras, iniciou nesta quinta-feira conversações com especialistas da União Europeia (UE), do Banco Central Europeu (BCE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI), com os quais deseja renegociar o segundo programa de ajuda ao país.

Samaras quer revisar o acordo do início do ano, com o objetivo de aliviar a austeridade imposta desde 2010 e acelerar ao mesmo tempo as reformas exigidas pelo trio de credores para evitar a suspensão de pagamentos e a saída do euro.

Esta visita acaba com uma interrupção de três meses por uma vazio legislativo, período no qual a Grécia realizou duas eleições gerais. A última delas resultou na criação de um governo de coalizão com a participação da direita e dos socialistas.

A missão do trio de credores é avaliar o tamanho do déficit, os esforços necessários e ouvir as propostas do governo grego.