Premier francês parabeniza ação que matou jihadista Abaaoud

O corpo do jihadista belga Abdel Hamid Abaaoud foi formalmente identificado pela polícia entre os mortos da operação de quarta-feira em Saint-Denis

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, parabenizou a eliminação do jihadista belga Abdelhamid Abaaoud, um dos cérebros dos atentados de Paris, em uma operação das forças policiais em Saint-Denis, periferia parisiense.

“Abaaoud, o cérebro desses atentados – um dos cérebros dos cérebros, porque sabemos que precisamos ser prudentes – se encontra entre os mortos”, declarou o chefe de Governo diante dos deputados.

O premiê prestou homenagens ao trabalho excepcional dos serviços de inteligência e da polícia.

O corpo do jihadista belga Abdel Hamid Abaaoud foi formalmente identificado pela polícia entre os mortos da operação de quarta-feira em Saint-Denis, norte da capital francesa, anunciou a procuradoria.

O corpo crivado de balas foi encontrado ao fim da operação no apartamento onde um grupo de jihadistas se entrincheirou e a identidade foi determinada graças às impressões digitais, explicou a procuradoria.

“Abdel Hamid Abaaoud acaba de ser formalmente identificado, depois da comparação das impressões papilares (impressões digitais das mãos ou pés), como falecido no decorrer da operação realizada pela RAID (unidade de elite da polícia francesa) na rua Corbillon de Saint-Denis na noite de 18 de novembro”, afirma um comunicado oficial.

“É o corpo encontrado no edifício, crivado de balas”, completa a nota.