Premiê sírio faz apelo por recursos em caso de ataque

Wael al-Halqi, pediu mobilização de recursos nacionais para preservar serviços públicos essenciais em caso de um ataque militar pelos EUA e aliados

Beirute – O primeiro-ministro da Síria, Wael al-Halqi, pediu na quinta-feira a mobilização de recursos nacionais para preservar serviços públicos essenciais em caso de um ataque militar pelos EUA e aliados ocidentais nos próximos dias.

Os Estados Unidos e aliados próximos têm externado publicamente a possibilidade de uma ação militar na Síria como represália pelo que consideram um aparente ataque com gás venenoso por forças do governo realizado no dia 21 de agosto em uma área dominada por rebeldes, que deixou centenas de civis mortos.

Al-Halqi afirmou que o apelo se faz necessário “para superar qualquer situação de emergência e evitar que os inimigos prejudiquem serviços públicos…”, segundo comunicado da Sana, agência de notícias estatal síria.