Premiê israelense diz estar pronto para defender Trump

Em missão diplomática em Paris e Bruxelas, Netanyahu disse que "apresentará a verdade de Israel sem medo e com cabeça erguida"

Jerusalém — O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, diz que está pronto para defender o presidente Donald Trump no reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel contra os críticos europeus.

Ao sair em uma missão diplomática para Paris e Bruxelas nesta sábado, Netanyahu disse que “apresentará a verdade de Israel sem medo e com cabeça erguida.”

O anúncio de Trump provocou protestos na região. Também desencadeou denúncias de todo o mundo, mesmo de aliados próximos, como a França, que sugeriu que ele havia causado inutilmente mais conflitos numa região já instável.

O consenso internacional já há muito tempo é de que o status de Jerusalém deve ser determinado por meio de negociações. Israel reivindica toda a cidade como sua capital unificada, enquanto os palestinos querem o leste de Jerusalém, capturado por Israel em 1967, para ser a capital do seu futuro estado.