Prefeitura de SP exagera impacto econômico da Copa

Reportagem da Folha de S.Paulo mostra que a Prefeitura de São Paulo inflou as projeções de benefícios econômicos da Copa para justificar o Itaquerão

São Paulo — A Prefeitura de São Paulo usou previsões exageradas do impacto econômico da Copa para justificar o investimento de 410 milhões de reais no estádio do Corinthians, o Itaquerão. É o que aponta uma reportagem publicada hoje pela Folha de S.Paulo.

Segundo o jornal, o valor gasto por visitante estrangeiro com hospedagem, por exemplo, foi estimado em 6.500 reais. Esse número está num relatório da empresa de consultoria Accenture feito sob encomenda da construtora Odebrecht, que ergue o Itaquerão. Dados do relatório foram citados pelo prefeito Gilberto Kassab.

A estimativa teria vindo do Ministério do Esporte que, por sua vez, a obteve de outra consultoria, a Value Partners. Segundo a Folha, esse estudo está sendo questionada pelo Tribunal de Contas da União. O Ministério do Turismo calcula que o gasto real por turista estrangeiro deve ficar em 2.000 reais, menos de um terço da previsão usada por Kassab.